Marcas de Sangue

UMA HISTÓRIA DE PAIXÕES COM O MAR EM FUNDO

Uma história de emoções e afectos à beira da histeria, situada numa pequena aldeia junto ao mar, numa residencial dirigida por dois homens: pai e filho.
Passado num ambiente pequeno burguês, em que os sonhos de uma vida melhor são desfeitos pela falta de oportunidades e saídas, os dois homens acabarão por ancorar-se em mulheres sobre quem descarregam as vicissitudes do seu mal viver.
Acabarão elas por aceitar e amar esses homens?

intérpretes JAIME ALBANO JERÓNIMO | DANIEL JOSÉ WALLENSTEIN  | CRISTINA LEONOR SEIXAS  | FILOMENA SÃO JOSÉ CORREIA  | MARTA LUCINDA LOUREIRO


autoriaJUDY UPTON
tradução e dramaturgia PEDRO CAVALEIRO
encenação e dramaturgia ISABEL MEDINA 
cenografia ANA VAZ
figurinos e movimento MARTA LAPA
música JOÃO BENGALA
desenho de luz MIGUEL PEREIRA
instalação fotográfica PAULA BENITO
assistência de encenação PEDRO CAVALEIRO
produção executiva DINA LOPES e com a colaboração de MANUELA JORGE
design gráfico e foto cartaz SOFIA FERREIRA
construção de cenário MANUEL VITÓRIA
assistente de produção MÁRIO SIMÕES
contra-regra e assistente de cenografia SARA CARINHAS
operação de som PEDRO CAVALEIRO
operação de luz INÊS POMBO
produção ESCOLA DE MULHERES

agradecimentos Comuna Teatro de Pesquisa | Leonor Castelo | António Parente | Nuno Carinhas | Paulo Pereira | Paulo Moreira | Paula Benito | Fernando Simas

Sala das Novas Tendências, Teatro da Comuna
Estreado a 9 de Setembro, 2005

Os comentários estão fechados