Apresentação do Manifesto Escola de Mulheres

A 8 de Março de 1995 a ESCOLA de MULHERES apresentou publicamente o seu manifesto por ocasião de um espectáculo a partir de textos de autoras portuguesas e que decorreu na Sociedade Portuguesa de Autores.

Espectáculo a partir dos seguintes textos e autoras:
Feminista ou Feminina de Isabel Medina , baseado em Sou tão frágil de Inês Pedrosa
Bárbara Emília in Adeus Princesa de Clara Pinto Correia
Porque é que nasci rapariga in 13 contos de sobressalto de Luisa Costa Gomes
O Sonho in Que pena ela não se chamar Maria de Maria Regina Louro
Oração in Silêncio na Casa do Barulho de Margarida Carpinteiro
Divertimo-nos muito na aula de bordados in 13 contos de sobressalto de Luisa Costa Gomes
Embaraço in Notícias da Cidade Silvestre de Lídia Jorge
O choque da amizade in Contos da Idade do Riso de Marianela Vasconcelos
A Vida é complicada pá in Que pena ela não se chamar Maria de Maria Regina Louro
Telefonista de família in A instrução dos amantes de Inês Pedrosa
Noticiário in Só acontece aos outros de Maria Antónia Palla
Do chão tão alta coreografia de Marta Lapa
Avé Maria de Gounod
Diva de l’Empire de Eric Satie
A solteirona, tango

participantes AIDA SOUTULLO | ANDRÉ MAIA | ÂNGELA PINTO | CONCEIÇÃO CABRITA | CRISTINA CARVALHAL | CUCHA CARVALHEIRO | FERNANDA LAPA | FERNANDO GOMES | ISABEL MEDINA | JOSÉ AFONSO | JOSÉ PEDRO CAIADO | LEONOR KEIL | LUCINDA LOUREIRO | LUISA BRANDÃO | MARGARIDA CARPINTEIRO | MARIA GONZAGA | MARTA LAPA | NUNO VIEIRA DE ALMEIDA

Encenação Colectiva
8 de Março, 1995
Auditório da SPA

Os comentários estão fechados