Marleni, divas prussianas, loiras como aço

Local – Paris, 1992. Leni Riefenstahl (1902-2003) invade o quarto de Marlene Dietrich (1901-1992). Um encontro ficcionado de duas divas do Cinema em decadência. No seu apartamento de Paris, no leito de morte, Marlene Dietrich recebe a visita inesperada da realizadora Leni Riefenstahl, que lhe propõe o papel principal no filme que pretende dirigir: Pentisileia.
O texto da dramaturga alemã Thea Dorn propõe reflexões universais e atuais sobre a dignidade humana, a solidão e o sentido da vida. São duas mulheres fortes que se posicionaram opostamente durante um dos períodos mais conturbados do século XX – o Nazismo. Tiveram a glória e foram votadas ao esquecimento.

autoria THEA DORN
tradução e versão cénica JOÃO GROSSO | PATRICK DURRER
encenação JOÃO GROSSO
assistência de encenação MARTA LAPA
cenografia RUI ALEXANDRE
figurinos DINO ALVES
desenho de luz JOSÉ NUNO LIMA
desenho de som PEDRO COSTA | SÉRGIO HENRIQUES
adereços MARINEL MATOS
design gráfico SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL
fotografia RUI ALEXANDRE
produção executiva RUY MALHEIRO
direção de produção MANUELA JORGE

com FERNANDA LAPA (Leni Riefenstahl) | ISABEL RUTH (Marlene Dietrich)

apoios
Paulo Vieira Cabeleireiros | Guerlain | Setmáquinas, Equipamentos Industriais, Lda.

Agradecimentos
Teatro Nacional D. Maria II, Gato Que Ladra, Associação Cultural, FROMM Packing Systems, Zália Moreira, Pedro Bilou, Visualight, Carla Pinho (produtos GUERLAIN)

Cine-teatro Constatino Nery, Matosinhos
de 11 a 16 de Novembro, 2014
São Luiz Teatro Municipal, Lisboa
11 a 19 de Dezembro, 2014

Os comentários estão fechados