CÂNDIDA OU O PESSIMISMO

 

Cândida, uma actriz luso-angolana na decadência, foi contratada pela Irmandade InterGalactica para pesquisar sinais de vida inteligente no Universo. Ela tem o dom de sintonizar e emitir em directo para o espaço pedaços de vida de várias personagens. Cruzam-se em cena: a velha ama africana, que conta a história das origens da raça branca, o marido da actriz, um gay não assumido que quer ganhar dinheiro à custa da fome em Angola, a amiga, dona de casa que, à falta de stress, se stressa a correr das sevilhanas para o tai-chi e do tai-chi para as compras, a jornalista pseudo-feminista, que escreve textos políticos e é despedida pelo ex-marido, a mãe, muito velhinha e confusa, nascida em África, que conta mil histórias d´Aquém e d’Além Mar e a Maria Parda, personagem emblemática de Gil Vicente.

Em Cândida Ou O Pessimismo, a ficção, a memória e o humor confrontam-nos com um mundo contraditório e um futuro incerto.

autoria CUCHA CARVALHEIRO
encenação e espaço cénico FERNANDA LAPA
interpretação CUCHA CARVALHEIRO

assistente de encenação MARTA LAPA
desenho de luz PAULO SANTOS
fotografia MARGARIDA DIAS
grafismo e cartaz MANUELA JORGE
operação técnica PAULO SANTOS e RICARDO BRITO DINIZ
direção de produção e comunicação RUY MALHEIRO
estagiário PEDRO MONTEIRO
Classificação etária M/14

 

 

62ª produção Escola de Mulheres

espaço Escola de Mulheres [Clube Estefânia]
de 6 a 30 de julho 2017
[5ª a domingo às 22h00]

datas e locais em digressão [2017]:

  • 22 e 23 setembro – TEATRO DO BOLHÃO [PORTO]
  • 7 e 8 outubro – TEATRO MIRITA CASIMIRO [CASCAIS]
  • 12 outubro – TEATRO MIGUEL FRANCO [LEIRIA] no âmbito do ACASO Festival

datas e locais em digressão [2018]:

  • 13 JANEIRO– NOVO CICLO ACERT [TONDELA]

Os comentários estão fechados